Última hora

Última hora

Gestão do euro domina cimeira do "Triângulo de Weimar"

Em leitura:

Gestão do euro domina cimeira do "Triângulo de Weimar"

Tamanho do texto Aa Aa

As divergências surgidas na última cimeira europeia estiveram no centro do encontro entre França, Alemanha e Polónia, em Varsóvia. Há quatro anos que não se realizava um encontro do “Triângulo de Weimar”, um fórum de cooperação criado em 1991 para integrar a Polónia na Europa, após a queda do comunismo.

O domínio franco-alemão sobre a gestão da crise do euro irrita muitos parceiros europeus, entre eles a Polónia, mesmo se o país não faz parte da zona euro.

No encontro, Angela Merkel e Nicolas Sarkozy incentivaram a Polónia a aderir ao pacto de competitividade e convergência, prelúdio da adesão à moeda única. Face às críticas sobre a realização de uma cimeira apenas da zona euro, nas próximas semanas, o presidente francês defendeu também que “tendo uma moeda comum, é normal que os 17 países da zona euro se reúnam para falar de questões ligadas apenas à moeda”. Mas há quem veja a reunião como o início de uma Europa a duas velocidades.