Última hora

Última hora

Monitorar os gansos-de-pescoço-ruivo para melhor os proteger

Em leitura:

Monitorar os gansos-de-pescoço-ruivo para melhor os proteger

Tamanho do texto Aa Aa

Os gansos-de-pescoço-ruivo juntam-se na costa do Mar Negro, no norte da Bulgária, o seu habitat natural durante o inverno. Depois de se reproduzirem na região ártica russa, migram para o sudeste da Europa. Mas os gansos-de-pescoço-ruivo estão entre as aves mais ameaçadas da Europa, diz a União Internacional para a Conservação da Natureza.

Agora, os ornitólogos da Sociedade Búlgara para a Proteção da Aves e do Wildfowl & Wetlands Trust têm em mãos um projeto para monitorar o comportamento e os movimentos destas aves. Graças a um emissor GPS miniaturizado, colocado no maior macho do bando, os cientistas vão poder seguir as rotas destas aves e identificar as zonas de repouso. Vão também tentar identificar ameaças – para além da caça e das alterações agrícolas, já conhecidas.

Os dados transmitidos via satélite fazem parte do projeto “Conservação das populações de gansos-de-pescoço-ruivo”, financiado pela União Europeia, através do programa Life+.