Última hora

Última hora

Сontestação egípcia sobe de tom

Em leitura:

Сontestação egípcia sobe de tom

Tamanho do texto Aa Aa

A contestação ao regime do Egito subiu de tom à entrada para terceira semana de protestos. Milhares e milhares de pessoas demonstraram não ter baixado os braços na exigência de uma verdadeira mudança.

Isto no mesmo dia em que o vice-presidente Omar Souleiman anunciou um plano de transição política. O atual número dois do regime declarou que o presidente Hosni Mubarak decretou a criação de três comissões: a primeira vai trabalhar na emenda constitucional, a segunda vai implementar os acordos saídos do chamado Dialogo Nacional e a terceira vai investigar os confrontos entre manifestantes pró e anti-Mubarak.

Os opositores ao regime receiam que o Presidente e o seu governo estejam a tentar ganhar tempo e dizem não querer uma meia revolução.

De acordo com a Human Rights Watch, pelo menos 297 pessoas morreram durante as violentas manifestações, a maioria atingida por balas reais. Um número que será bastante maior, salienta a organização não-governamental.