Última hora

Última hora

Rússia: Líder rebelde checheno reivindicou o atentado de Moscovo

Em leitura:

Rússia: Líder rebelde checheno reivindicou o atentado de Moscovo

Tamanho do texto Aa Aa

O checheno Doku Umarov reivindicou a autoria do atentado no aeroporto de Moscovo, no dia 24 de janeiro.

Num vídeo posto a circular na Internet, o chefe do grupo rebelde islamita do Emirado do Cáucaso afirma ter dado a ordem para a execução do atentado suicida.

O presidente russo, Dmitry Medvedev, classificou a insurreição armada vinda do Cáucaso como a maior ameaça à segurança nacional.

No final de 1999 o executivo russo levou a cabo uma guerra que esmagou o governo rebelde checheno e restabeleceu a autoridade do Kremlin na região.

Contudo, embora as insurreições fossem menos frequentes, passaram a ser mais violentas.

O ataque ao aeroporto de Demodedovo, em Moscovo, ocorreu numa tarde de grande movimento no terminal de chegadas internacionais.