Última hora

Última hora

Arábia Saudita pressiona Washington a não abandonar Mubarak

Em leitura:

Arábia Saudita pressiona Washington a não abandonar Mubarak

Tamanho do texto Aa Aa

Os países árabes aumentam a pressão sobre Washington para que não interfira na situação no Egito.

Segundo o jornal britânico The Times, a Arábia Saudita estaria disposta a apoiar o presidente Mubarak se Washington cortar as ajudas ao país.

No Cairo, o governo tenta resistir tanto aos protestos de rua, como às pressões dos países ocidentais.

O ministro dos Negócios Estrangeiros egípcio tenta esquivar-se a receber a responsável da diplomacia europeia, Catherine Ashton que, no entanto, reafirmou que se vai deslocar ao Cairo.

Numa entrevista, o ministro afirmou que espera, “uma mudança gradual e racional no país. Uma mudança brusca implicaria riscos elevados de caos e violência. Eu detesto, eu odeio, ver o país mergulhado neste tipo de violência”, afirmou.

Washington não desarma, e multiplica os apelos a uma transição imediata.

O porta-voz do departamento de Estado norte-americano afirmou que, “o governo egípcio tem de provar de uma forma séria que está interessado numa transição política. E o vice-presidente Joe Biden sublinhou ontem, na sua conversa ao telefone com o vice presidente Suleiman, que é imprescindível aprovar as medidas específicas e irreversíveis exigidas pelos egípcios”.