Última hora

Última hora

Egito: Tensão aumenta

Em leitura:

Egito: Tensão aumenta

Tamanho do texto Aa Aa

Os Estados Unidos, entendem que a continuação da mobilização popular no Egito mostra que as reformas políticas no país são insuficientes.

Os manifestantes, não baixam os braços e preparam uma nova grande manifestação para sexta-feira.

Os edifícios oficiais do Estado passaram a estar na mira dos contestatários.

Um membro do movimento 25 de janeiro, avisa:

“Não temos medo mesmo tendo havido casos de tortura. Não temos medo e vamos permanecer aqui até derrubar o regime ou até à partida de Mubarak. Vamos dar mais um passo em frente nas manifestações e estender a área dos protestos para os locais sensíveis”.

Durante o décimo sexto dia de contestação o Parlamento, a sede do governo e também a residência oficial do primeiro-ministro foram palco de protestos. E durante a noite o parlamento voltou a ser visado.

O enviado da euronews à capital egípcia faz o ponto da situação:

“Se os manifestantes continuarem, há risco de provocar um tremor de terra aqui no Cairo mas ninguém pode prever o que vai acontecer no futuro”.