Última hora

Última hora

Polícia continua sem rasto das gémeas

Em leitura:

Polícia continua sem rasto das gémeas

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia italiana, francesa e suíça continua sem rasto das gémeas de seis anos, desaparecidas há doze dias.

As buscas na Córsega foram hoje suspensas. A investigação concentra-se agora na audição de testemunhas e na procura de um gravador que o pai das meninas, Matthias Schepp, transportava sempre com ele.

Os investigadores descobriram, ainda, que o pai consultou páginas da internet sobre métodos de envenenamento.

Matthias Schepp suicidou-se a 3 de fevereiro, em Itália. A 29 de janeiro, tinha ido buscar as filhas a Lausanne, na Suíça. Ter-se-à dirigido para Marselha onde viajou de barco para a Córsega. As meninas também terão entrado no ferry, de acordo com testemunhas, mas ninguém as viu depois. As autoridades chegaram a temer o pior.

Agora, o tio das gémeas, Valerio Lucidi, diz que “alguém viu Mathias com as duas meninas a sair do ferry na Córsega, o que exclui a possibilidade macabra de um ato irreparável durante a viagem.”

O tio das meninas recebeu, entretanto, a informação de que a polícia conseguiu reconstituir o trajeto de Matthias Schepp da Córsega para a Itália. Um passo importante para saber se as meninas estavam com ele.