Última hora

Última hora

Irão celebra 32 anos da Revolução Islâmica com oposição amordaçada

Em leitura:

Irão celebra 32 anos da Revolução Islâmica com oposição amordaçada

Irão celebra 32 anos da Revolução Islâmica com oposição amordaçada
Tamanho do texto Aa Aa

Centenas de milhar de iranianos celebraram, esta sexta-feira, os 32 anos da Revolução Islâmica de 1979. Os manifestantes, favoráveis ao regime de Ahmadineijad, reuniram-se na praça Azadi – a praça da Liberdade – em pleno centro de Teerão.

O discurso de Mahmud Ahmadineijad neste dia consagrado à unidade nacional manteve o mesmo tom antiamericano e antissemita Ao falar das revoltas tunisina e egípcia, Ahmadinejad considerou que, “em, breve, o Médio Oriente estará livre de Washington e de Israel.”

No Irão, a oposição reformista bem gostaria de seguir os passos da Tunísia e no Egito. Mas, este ano, ela renunciou a convocar protestos à margem da grande manifestação oficial.

Por antecipação, o regime endureceu o tom e precaveu-se: Medhi Karoubi, um dos principais rostos da contestação, desde Junho de 2009, está, deste ontem, em prisão domiciliária de facto. O antigo presidente do parlamento não tem, sequer, o direito de receber visitas até segunda-feira.