Última hora

Última hora

Irão celebra 32 anos da Revolução Islâmica com oposição amordaçada

Em leitura:

Irão celebra 32 anos da Revolução Islâmica com oposição amordaçada

Tamanho do texto Aa Aa

Centenas de milhar de iranianos celebraram, esta sexta-feira, os 32 anos da Revolução Islâmica de 1979. Os manifestantes, favoráveis ao regime de Ahmadineijad, reuniram-se na praça Azadi – a praça da Liberdade – em pleno centro de Teerão.

O discurso de Mahmud Ahmadineijad neste dia consagrado à unidade nacional manteve o mesmo tom antiamericano e antissemita Ao falar das revoltas tunisina e egípcia, Ahmadinejad considerou que, “em, breve, o Médio Oriente estará livre de Washington e de Israel.”

No Irão, a oposição reformista bem gostaria de seguir os passos da Tunísia e no Egito. Mas, este ano, ela renunciou a convocar protestos à margem da grande manifestação oficial.

Por antecipação, o regime endureceu o tom e precaveu-se: Medhi Karoubi, um dos principais rostos da contestação, desde Junho de 2009, está, deste ontem, em prisão domiciliária de facto. O antigo presidente do parlamento não tem, sequer, o direito de receber visitas até segunda-feira.