Última hora

Última hora

Os egípcios celebram a queda do regime

Em leitura:

Os egípcios celebram a queda do regime

Tamanho do texto Aa Aa

“Em nome de Deus, a todos os cidadãos nestas circunstâncias difíceis que o Egito está a viver, o presidente Mubarak decidiu abdicar do cargo e entregou ao alto conselho do exército a governação do país”. O vice-presidente egípcio Omar Souleiman acabou, assim, por dar hoje a notícia tão esperada pelos opositores ao regime de Mubarak.

O anúncio da demissão do presidente ocasionou uma explosão de alegria nas ruas do Cairo, e no resto do país entre os manifestantes que resistiram ao cansaço de 18 dias de protestos.

Mubarak, cujo regime durava há 30 anos, ainda tentou deixar o governo provisório ao vice-presidente, Omar Suleiman, mas este acabou também por renunciar e o controle político do país passou para o Conselho das Forças Armadas.

O secretário-geral do Partido Nacional Democrático, partido de Mubarak, também anunciou que vai renunciar a seu cargo.