Última hora

Última hora

Antigo presidente paquistanês recusa presença em tribunal

Em leitura:

Antigo presidente paquistanês recusa presença em tribunal

Tamanho do texto Aa Aa

Pervez Musharraf não vai submeter-se ao mandato de captura emitido por um tribunal paquistanês no âmbito da investigação ao assassinato da primeira-ministra Benazir Butto.

O antigo presidente do Paquistão vive entre Londres e o Dubai desde que abandonou o poder em 2008.

A recusa de aceder à exigência da justiça paquistanesa foi anunciada pelo porta-voz de Musharraf e apoiada pela Liga Muçulmana do Paquistão, o partido do antigo líder, que considerou a questão “totalmente ridícula”.

Três anos após a morte de Benazir Bhutto as autoridades continuam as investigações.

Bhutto, que chefiou o governo por duas vezes nos anos 90, foi assassinada a 27 de dezembro de 2007, em Rawalpindi, num atentado durante uma ação de campanha para as legislativas de 2008.