Última hora

Última hora

Polícia abafa manifestação em Argel

Em leitura:

Polícia abafa manifestação em Argel

Tamanho do texto Aa Aa

Argel foi palco duma pequena manifestação este sábado de manhã perante a presença maciça das forças da ordem. A polícia refere cerca de 250 participantes enquanto os organizadores do protesto avançam um número entre os sete e os dez mil.

As autoridades receiam que o clamor das revoluções na Tunísia e no Egito chegue à Argélia.

Entre os manifestantes, o presidente honorário da Liga Argelina dos Direitos do Homem, Ali Gaia Abdenour: “Não abandonamos o local enquanto o regime não cair, queremos um regime do povo” – afirmou enquanto a multidão gritava “Poder assassino!”

Um dos organizadores do protesto, Saidi Sadi, explica que “o único problema do país é o regime atual e que a única solução é a mudança pacífica, se possível, passando por uma fase de transição.”

Ao fim de três horas os manifestantes começaram a dispersar pacificamente. A polícia afirma ter detido 14 pessoas mas os organizadores falam num milhar de detenções.

“A presença maciça de elementos das forças de segurança em torno da Praça do Primeiro de Maio conseguiu bloquear os manifestantes. Mas não impediu os participantes de entoarem cânticos contra o regime” – remata o enviado da euronews a Argel, Slimane Yacini.