Última hora

Última hora

Dissidentes cubanos forçados a deixar a prisão

Em leitura:

Dissidentes cubanos forçados a deixar a prisão

Tamanho do texto Aa Aa

Dois dissidentes cubanos deixaram a prisão contrariados. Mas ao fim de oito anos de cárcere, Héctor Maseda e Ángel Moya, ainda, não são homens livres.

O regime cubano libertou este sábado, os membros do Grupo dos 75 ao abrigo do acordo celebrado com a igreja católica em julho.

“Deixei a prisão contra a minha vontade. Fui obrigado, nunca concordei com isso e agora estou em liberdade condicional. Vou continuar a fazer aquilo que sempre fiz. Sou um jornalista independente e estou, completamente, contra este governo e não deixarei de estar” afirma Maseda.

Condenado e preso na chamada Primavera Negra de 2003, o opositor ao regime cubano pede a libertação de todos os dissidentes políticos.

Sete membros do Grupo dos 75 continuam presos.