Última hora

Última hora

Irão: milhares de opositores desafiam o poder

Em leitura:

Irão: milhares de opositores desafiam o poder

Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de pessoas saíram às ruas de Teerão e de outras cidades iranianas para contestar o regime. Segundo sites de opositores no exílio, 250 manifestantes foram presos e uma pessoa morreu.

Mas as televisões estrangeiras estão proibidas de filmar os protestos e as únicas imagens das manifestações são de vídeos amadores colocados na internet.

Em Teerão, a polícia usou gás lacrimogéneo para dispersar a multidão. Os manifestantes gritaram slogans como “morte ao ditador”, “morte a Khamenei.

Ao longo do dia, vários agentes e elementos das milícias “Basij” controlavam os acessos às principais avenidas.

Os líderes da oposição Mir Hossein Mussavi e Mehdi Karroubi foram impedidos de sair de casa. Eles tinham pedido autorização para organizar uma marcha de apoio às revoltas na Tunísia e no Egito, mas o pedido foi rejeitado pelo governo. Os opositores falam em “hipocrisia” do regime iraniano que apoiou a revolta tunisina e egípcia mas impede manifestações no próprio território.

Esta é a primeira manifestação pública significativa da oposição iraniana desde há um ano. Nessa altura, depois de milhares de detenções, dezenas de mortos e centenas de feridos, as autoridades acabaram com vários meses de manifestações provocadas pela re-eleição de Mahmoud Ahmadinejad.