Última hora

Última hora

Onda de revolta chega ao Irão

Em leitura:

Onda de revolta chega ao Irão

Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de pessoas desfilam esta segunda-feira em Teerão e outras cidades iranianas. A polícia está a tentar impedir que os manifestantes cheguem à Praça Azadi, no centro da capital. Segundo testemunhas, as autoridades estão a usar gás lacrimogéneo para dispersar os protestos.

Os líderes da oposição Mir Hossein Mussavi e Mehdi Karroubi tinham pedido autorização para organizar manifestações de apoio às revoltas na Tunísia e no Egito. Mas o pedido foi recusado pelo governo.

Esta é a primeira vez que os iranianos saem às ruas para contestar o regime desde as manifestações que se seguiram à re-eleição de Mahmoud Ahamdinejad, em Junho de 2009. A revolta tinha sido duramente reprimida.

O site da oposição Kalame anunciou que Mir Hossein Mussavi está impedido pela polícia de sair de casa e juntar-se aos protestos. O antigo presidente do parlamento Mehdi Karubi também está em casa e a ser vigiado pelas autoridades.