Última hora

Última hora

Conselho militar egípcio pede emenda da Constituição

Em leitura:

Conselho militar egípcio pede emenda da Constituição

Tamanho do texto Aa Aa

O Conselho das Forças Armadas no Egito pediu a uma comissão para emendar a Constituição, para evitar novas greves e a decadência da economia.

O grupo eleito para redigir as alterações esteve reunido, esta terça-feira. As propostas serão oficialmente anunciadas, nos próximos 10 dias e um referendo pode acontecer em abril.

Desde domingo, que a Constituição está suspensa e que o Parlamento foi dissolvido rumo à nova era no país.

Algumas das emendas vão recair sobre as condições para uma candidatura presidencial. Para acalmar os receios da comunidade internacional, a Irmandade Muçulmana assegurou que não deseja apresentar um candidato.

“Não vamos apresentar candidatos nas próximas eleições presidenciais. Podemos participar na discussão dos programas dos candidatos que surgirem e tomar as nossas decisões ao seu tempo. E não ambicionamos uma maioria no Parlamento que entretanto se formar”, disse um representante do grupo, Essam el-Arian.

Entretanto uma das grandes prioridade do poder provisorio é recuperar a segunda economia do mundo árabe. A fórmula simples, é fazer regressar os turistas aos locais habituais de visita, para que muitos postos de trabalho não sejam colocados em causa.