Última hora

Última hora

Protestos prometem aumentar de tom no Bahrein

Em leitura:

Protestos prometem aumentar de tom no Bahrein

Tamanho do texto Aa Aa

Do Egito para o Bahrein, os protestos começam a ganhar terreno na luta pela mudança do regime, bem como pela reforma da Constituição.

As manifestações começaram no domingo, e já fizeram dois mortos nos confrontos com as forças de segurança deste pequeno reino do Golfo Pérsico.

À imagem do que aconteceu na praça Tahrir, no Cairo, vários jovens já começaram a montar algumas tendas. Estas pessoas querem seguir o exemplo da Tunísia e do Egito.

Na liderança do Bahrei, o rei xeque Hamad bem Issa Al Khalifa lamentou as mortes desde o início dos protestos.

“À luz dos recentes incidentes que tiveram lugar ontem e hoje, lamentamos com pesar, a morte de dois dos nossos queridos filhos, às famílias desejamos as sinceras condolências”.

Esta terça-feira durante a cerimónia fúnebre de um dos xiitas mortos no Bahrein, na passada segunda-feira, outra pessoa faleceu, em novos confrontos com as autoridades.

Na sequência destas mortes, o rei xeque Hamad bem Issa Al Khalifa aproveitou para anunciar a formação de uma comissão de inquérito ministerial.