Última hora

Última hora

Irão: regime convoca manifestação contra opositores

Em leitura:

Irão: regime convoca manifestação contra opositores

Tamanho do texto Aa Aa

O Irão voltou a ser palco de confrontos entre opositores e apoiantes do regime. Os incidentes aconteceram esta manhã, em Teerão, durante o cortejo fúnebre de uma vítima dos protestos de segunda-feira.

A oposição diz que o jovem foi morto a tiro pelas forças do governo; o regime atribui a culpa ao grupo dissidente Mujahedines do Povo.

Sanee Zhaleh é um dos dois jovens que morreram nos protestos antigovernamentais desta semana. Estudava artes na universidade de Teerão e os colegas asseguram que era um ativista contra o regime até porque era um curdo sunita. Mas o poder quer evitar que Zhaleh seja usado como um símbolo pelos opositores e assegura que ele pertencia à milícia xiita pró-governamental Basij.

Face ao ressurgimento da oposição nas ruas – algo que não se via há um ano – o regime convocou para sexta-feira uma mega manifestação contra os opositores.

O pontapé de saída foi dado hoje em Qom, a capital religiosa do país, onde uma das mais importantes escolas de teologia organizou uma manifestação de apoio ao regime. Os clérigos pediram a morte dos opositores.

Ignorando as ameaças, o ex-chefe do Parlamento, Mehdi Karubi, avisou o governo para ouvir o povo antes que seja tarde e disse estar disposto a pagar qualquer preço em nome da democracia.