Última hora

Última hora

Manifestantes acampam na capital do Bahrein

Em leitura:

Manifestantes acampam na capital do Bahrein

Tamanho do texto Aa Aa

A detenção dos polícias que alegadamente mataram dois manifestantes no Bahrein não chegou para acalmar a tensão. Como explica à euronews um jornalista local, Ahmed Hazim, os contestatários preparam-se para um longo protesto:

“Esta quarta-feira realizou-se o funeral de uma segunda pessoa morta durante as manifestações. Havia um grande cortejo para enterrar o defunto num cemitério próximo da Praça Pérola, localizada no centro de Manama. Agora, milhares de manifestantes acampam nesta praça que rebatizaram Praça Tahrir. As pessoas começaram a instalar tendas e há furgonetas que trazem água e alimentos aos participantes.”

Os protestos começaram na segunda-feira, no pequeno reino península arábica. A família al-Khalifa, de confissão sunita, reina desde o século XVIII e o primeiro-ministro, um tio do rei, governa há quatro décadas.

Os manifestantes, pertencentes à maioria xiita, pretendem a demissão do chefe do executivo e reformas políticas. A repressão policial causou dois mortos. O rei instaurou uma comissão de inquérito liderada por um ministro xiita.