Última hora

Última hora

Ministra francesa atingida por escândalo tunisino

Em leitura:

Ministra francesa atingida por escândalo tunisino

Tamanho do texto Aa Aa

A chefe da diplomacia francesa regressa às manchetes dos jornais devido às suas relações com o regime deposto da Tunísia. A oposição pede a demissão de Michèle Alliot-Marie enquanto a direita no poder a defende timidamente.

Alliot-Marie esteve de férias na Tunísia com a família em finais de dezembro quando já se registavam tumultos no país. O semanário satírico Canard Enchainé publica esta quarta-feira que, durante a estada, o pai da ministra efetuou negócios com o empresário tunisino Aziz Miled e que a família Alliot-Marie efetuou duas viagens no seu avião privado. Aziz Miled era um próximo do ex-presidente Ben Ali.

Para agravar a situação, a ministra afirmou há dias que não teve nenhum contacto com o presidente deposto durante a viagem. Ora, a imprensa revelou também que a chefe da diplomacia francesa falou ao telefone com Ben Ali quando esteve na Tunísia.