Última hora

Última hora

Regime de Khadaffi contra-ataca "Dia da Raiva"

Em leitura:

Regime de Khadaffi contra-ataca "Dia da Raiva"

Tamanho do texto Aa Aa

Na Líbia, hoje é o “Dia da Raiva”. A jornada de mobilização foi convocada pela oposição através das redes sociais, tentando usar os protestos dos últimos dias em Benghazi e Al-Baida como rastilho para fazer cair o regime.

Em Benghazi já se registam pelo menos seis mortos, segundo a oposição. Ontem, houve pelo menos duas vítimas mortais em Al-Baida, a 1200 quilómetros a leste de Trípoli. A polícia dispersou com balas reais os jovens manifestantes. A oposição sediada no estrangeiro fala de quatro e mesmo 13 mortos.

Após os protestos em Al-Baida, o governo demitiu o chefe da polícia local. Ontem, os apoiantes de Muammar Khadaffi, no poder há quase 42 anos, saíram à rua em Trípoli e convocaram novas marchas para hoje em todo o país.

O regime deteve 14 membros da oposição que preparavam o “Dia da Raiva”, garantindo que “as marionetas dos Estados Unidos e de Israel” não vão vencer como na Tunísia e no Egito.