Última hora

Última hora

Dois mortos em novos confrontos no Iémen

Em leitura:

Dois mortos em novos confrontos no Iémen

Tamanho do texto Aa Aa

A contestação voltou a degenerar em violência no Iémen.

Na capital, Saná, centenas de apoiantes do presidente Ali Abdallah Saleh envolveram-se em confrontos, com recurso a armas de fogo, contra perto de mil manifestantes reunidos perto do “campus” universitário para exigir reformas políticas.

Pelo menos um opositor do regime foi atingido mortalmente e vários outros ficaram feridos. As autoridades só acudiram ao local depois de terem começado os disparos.

Na maior cidade do Sul do país, Aden, também se registaram violentos confrontos, entre manifestantes que exigiam a queda do regime de Saleh – há 32 anos no poder – e as forças de segurança.

Segundo fontes hospitalares, um jovem de 16 anos foi morto por uma bala perdida disparada pela polícia, que usou gás lacrimogéneo e munição real para tentar dispersar os protestos. Entre os feridos, havia duas meninas de 9 e 11 anos.

Já se registou mais de uma dezena de mortes no Iémen desde que, no passado dia 13, se intensificaram as manifestações.