Última hora

Última hora

Protestos em Argel

Em leitura:

Protestos em Argel

Tamanho do texto Aa Aa

A cidade de Argel estava sob controle de um forte dispositivo policial e militar, instalado no centro da cidade, desde a amanhã deste sábado.

Foi assim que os 200 manifestantes que se juntaram no centro da cidade foram recebidos.

Pela segunda vez em oito dias, estam marcados protestos, para hoje.

Este sábado, já se ouviram palavras de ordem, como “Argélia livre e democrática”, “poder assassíno” e “o povo quer derrubar o regime”.

Entre os manifestantes, contava-se o secretário-geral do Sindicato Autónomo do Pessoal da Administração Pública.

A Argélia parece querer seguir os exemplos dos vizinhos Egito e Tunísia que derrubaram regimes autoritários.

A polícia está atenta e tomou posições, para receber a marcha de protesto.

O presidente Bouteflika fez promessas de reformas, na quinta-feira que podem não chegar para desmobilizar os opositores.