Última hora

Última hora

Iémen: adolescente morto a tiro no sul do país

Em leitura:

Iémen: adolescente morto a tiro no sul do país

Tamanho do texto Aa Aa

Uma pessoa morreu e quatro ficaram feridas, esta segunda-feira, no sul do Iémen durante os protestos anti-regime.

Testemunhas garantem que os soldados abriram fogo sobre os manifestantes – a maioria estudantes.

Aumenta, assim, para 12 o número de vítimas mortais confirmadas.

Hoje, milhares de pessoas concentraram-se na capital para exigir o afastamento do homem que governa o país há 32 anos.

O presidente já respondeu:

“Quando há boa vontade de todos os lados, não há problema. Se a oposição quer a presidência, pode ficar com ela, mas não acredito que seja capaz de assumi-la, ainda que seja por apenas uma semana” refere Ali Abdullah Saleh.

O braço-de-ferro entre manifestantes e o governo intensifica-se em três cidades do país. Mas é em Adén, no sul, que se contabiliza o maior número de mortos.

A oposição já recusou qualquer tipo de negociação com o regime devido à violência exercida sobre os manifestantes que prometem não desistir.