Última hora

Última hora

Violenta repressão em Trípoli

Em leitura:

Violenta repressão em Trípoli

Tamanho do texto Aa Aa

Os líbios de Tripoli juntam-se aos protestos de Bengazi, cidade berço da revolução, que esta noite caiu nas mãos dos manifestantes e onde os militares terão abandonado as armas depois de elementos fieis a Kadhafi terem disparado contra a multidão. 
 
Milhares de pessoas envolveram-se em confrontos com a polícia na capital. Nas últimas horas a violência tomou conta da cidade com uma série de incêndios em edificios públicos, fala-se nesta altura na existência de 300 a 400 mortos. 
 
Kadhafi promete guerra à revolta popular até à última gota de sangue e terá recrutado milicianos estrangeiros para reprimir os manifestantes face ao receio que o exercito passe para o lado do povo.
 
O filho do dirigente líbio falou na televisão estatal para acusar a imprensa ocidental de exagerar o número de vítimas mortais e atribuiu o estado do país a uma conspiração do estrangeiro. Disse também que a Líbia não é o Egito.  Avisou que a situação pode provocar uma guerra civil como a de 1936.