Última hora

Última hora

Merkel justifica derrota com deceção do eleitorado

Em leitura:

Merkel justifica derrota com deceção do eleitorado

Merkel justifica derrota com deceção do eleitorado
Tamanho do texto Aa Aa

Os democratas cristãos alemães, de Angela Merkel, têm poucas razões para sorrir.

O partido não foi além dos 21,9% dos votos nas eleições regionais em Hamburgo, deste domingo.

O pior resultado desde a II Guerra Mundial.

Para a derrota terão contribuído vários fatores entre eles, a demissão do presidente da câmara de Hamburgo. Um cargo que o carismático político de 55 anos deixou em Agosto e que Angela Merkel admite ter pesado na decisão dos eleitores.

“A demissão de Ole von Beust e a passagem de testemunho para Christoph Ahlhaus decepcionou muitos eleitores em Hamburgo e Ahlhaus teve que lidar com esta difícil situação desde o primeiro momento” afirma a chanceler alemã.

Os sociais-democratas conquistaram 48,3% dos votos e têm, agora, condições para bloquear os projetos de lei do governo, sobretudo, em matéria de fiscalidade e de saúde.

Os resultados, deste domingo, são considerados um barómetro para as eleições regionais deste ano.