Última hora

Última hora

Milhares concentram-se na universidade de Saana

Em leitura:

Milhares concentram-se na universidade de Saana

Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de pessoas concentraram-se em frente à Universidade de Saana para exigir o fim do regime do Iémen. A afluência àquela que foi rebatizada praça Tahrir começou no domingo à noite depois da oposição política ter declarado o apoio aos manifestantes.

Esta segunda-feira em Aden, um adolescente terá sido abatido a tiro por militares, que terão respondido ao arremesso de pedras por parte de contestatários. De acordo com testemunhas, quatro outras pessoas terão ficado feridas.

Na capital, as forças armadas não tentaram dispersar os manifestantes em frente à universidade, mas estabeleceram postos de controlo. As autoridades religiosas proibiram o regime de recorrer à força para acabar com as manifestações.

Há 32 anos no poder, o presidente Ali Abdallah Saleh declarou que apenas se demite caso seja essa a vontade popular em eleições. Mas o chefe de Estado já antes tinha garantido que não ia recandidatar-se à presidência do pobre e instável país da península arábica, num escrutínio agendado para 2013.