Última hora

Última hora

Bahrein: libertação dos presos políticos não trava protestos

Em leitura:

Bahrein: libertação dos presos políticos não trava protestos

Tamanho do texto Aa Aa

Para tentar acalmar os ânimos no Bahrein, o rei Hamad Ben Issa Al-Khalifa cumpriu a promessa de libertar os presos xiitas. É a primeira concessão real da dinastia sunita, contestada nas ruas pela maioria xiita desde 14 de fevereiro.

À saída, o “v de vitória” e a constatação de que o preço da liberdade foi pago pelos que morreram durante os protestos.

“Estávamos a aguardar a libertação porque é o destino de todos os inocentes presos. As autoridades libertaram todos os prisioneiros”, disse uma familiar de um detido.

Outro cedência da monarquia traduz-se na intenção do príncipe herdeiro em fazer reformas. Apesar das concessões, milhares de pessoas continuam a manifestar-se em Manama, a capital.

Esta noite, os manifestantes preparavam-se para dormir na Praça Pérola, depois de mais uma jornada de protestos.

A oposição pede a instauração de uma monarquia constitucional. Mas os manifestantes exigem a saída da família real do poder.