Última hora

Última hora

Campo de batalha em Atenas

Em leitura:

Campo de batalha em Atenas

Tamanho do texto Aa Aa

Inflamadas pela revolta popular, as ruas de Atenas transformaram-se numa autêntica batalha campal.

Milhares de pessoas protestaram esta quarta-feira, em pleno centro da capital grega contra as medidas de austeridade, no âmbito de uma greve geral de 24 horas.

Cerca de 5000 polícias tinham sido destacados para o centro de Atenas, mas até as autoridades foram vítimas da contestação.

Agredidas com diversos projéteis, as forças de segurança carregaram sobre os manifestantes com granadas de gás lacrimogéneo.

Várias pessoas foram detidas e pelo menos três polícias ficaram feridos.

Os sindicatos falam em mais de 60 mil pessoas nas ruas de Atenas e preveem novos protestos por não terem conseguido até agora forçar o governo socialista a recuar na aplicação do plano de austeridade.

Os protestos paralisaram os serviços públicos assim como as ligações rodoviárias, ferroviárias e marítimas. O tráfego aéreo também registou perturbações.