Última hora

Última hora

Exposição recorda Jogos Olímpicos de inverno na Alemanha nazi

Em leitura:

Exposição recorda Jogos Olímpicos de inverno na Alemanha nazi

Tamanho do texto Aa Aa

A IV edição dos Jogos Olímpicos de inverno, em 1936 teve lugar na estância alemã de Garmisch-Partenkirchen. Setenta e cinco anos depois a exposição “O lado da medalha”, revela como Hitler se serviu do evento desportivo para elaborar uma nova campanha de propaganda.

O Comité Olímpico Internacional passou por cima dos sinais de crescente terror e perseguição na Alemanha nazi, e em 1939 deu a Garmisch-Partenkirchen a segunda organização consecutiva do evento.

“Era impensável, que o Comité Olímpico Internacional atribuísse em 1939, os jogos pela segunda vez, a Garmisch-Partenkirchen. O COI já devia saber com quem estava a lidar, precisamente três meses depois da invasão alemã à Checoslováquia. Eles sabiam que a 9 de novembro de 1938 os judeus foram perseguidos na Alemanha, por isso é impressionante que, em junho de 1939, os Jogos fossem atribuídos pela segunda vez ao país! Faz-me crer a mim e a outros que esta situação se explica pelo facto de que os funcionários da hierarquia Olímpica eram simpatizantes do nazismo”, disse Alois Schwarzmüller, responsável pela exposição.

Os Jogos de inverno foram finalmente cancelados com o início da II Guerra mundial.

São estas duas perspetivas dos Jogos olímpicos de 1936 – a atlética e a obsessão organizativa dos Jogos como a função de esconder uma ditadura brutal – que estão patentes na exposição “Jogos Olímpicos de 1936: O outro lado da medalha”.

A mostra pode ser visitada até ao dia 1 de maio, em Garmish-Partenkirchen no parque dos Campeonatos do Mundo.

2.42 end