Última hora

Última hora

Porque sobe o preço do crude?

Em leitura:

Porque sobe o preço do crude?

Tamanho do texto Aa Aa

O preço do petróleo atingiu máximos de dois anos e meio e pode colocar em risco o crescimento da economia mundial. A crise líbia é apontada como principal fator de pressão. Mas o país gera apenas dois por cento da produção mundial.

Fadel Gheit, Oppenheimer & Co:

“- Os mercados estão a reagir de forma dramática porque têm medo do desconhecido. Não sabemos se a situação na Líbia vai provocar um contágio. E em que medida as suas exportações de crude vão ser afetadas.”

Mas enquanto os ventos de revolta não chegarem à Arábia Saudita não há razão para se recear uma quebra da produção mundial.

Ali Al-Naimi, ministro saudita do petróleo:

“- Tudo isto são desordens que não são provocadas por uma rutura nos abastecimentos. A OPEP e a Arábia Saudita estão preparadas para colmatar qualquer quebra da produção. Já o fizemos no passado, conseguimos abastecer o mercado e fizemo-lo regressar à normalidade.”

Se uma possível quebra da produção ainda não se coloca, por que razão estão os especuladores a investir no petróleo? Existem outros fatores que estão a empurrar os preços para estes níveis?

Stephen Wood, Russell Investments:

“- O crescimento da China está no vermelho, no Brasil também, a América vai bem e a Alemanha realizou o melhor desempenho económico dos últimos 20 anos. Existe um forte crescimento global que precisa de petróleo. Não é só a tensão no Médio Oriente.”

A subida do preço do petróleo comporta riscos inflacionistas e está a colocar dificuldades a países, como Portugal ou o Reino Unido, que estão ainda afundados numa crise económica.