Última hora

Última hora

Cuba: Guillermo Fariñas novamente detido

Em leitura:

Cuba: Guillermo Fariñas novamente detido

Tamanho do texto Aa Aa

O opositor ao regime cubano, Guillermo Fariñas, foi preso, esta quarta-feira, depois de ter gritado slogans anti-governamentais no terraço de casa.

Galardoado com o prémio Sakharov 2010 do Parlamento Europeu para a liberdade de pensamento, Fariñas foi impedido de participar no primeiro aniversário da morte do preso político Orlando Zapata, que sucumbiu a uma greve de fome de 85 dias.

A data foi lembrada numa manifestação pacífica protagonizada pelas Damas de Branco, as esposas e mães de presos políticos. Depois, vários partidários do regime castrista organizaram uma contramanifestação, enquanto organizações dos direitos humanos davam conta de dezenas de detenções.

A morte de Zapata e a greve de fome de Fariñas pressionaram o governo a libertar um grupo de 52 presos políticos. Seis continuam atrás das grades.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, aproveitou a data para reclamar a “libertação imediata e incondicional” de todos os presos políticos de Cuba.