Última hora

Última hora

Kadhafi perde o leste da Líbia

Em leitura:

Kadhafi perde o leste da Líbia

Tamanho do texto Aa Aa

Cada vez mais isolado, o líder líbio tenta manter o controlo de Trípoli. Apesar de ser o bastião do poder, a capital já não esconde os sinais da contestação. Esta noite, pairava sobre a cidade a ameaça do assalto da temível Brigada 32, chefiada por Khamis, um dos filhos de Kadhafi.

Muammar Kadhafi já perdeu o Leste da Líbia. Toda a província da Cirenaica está nas mãos dos manifestantes anti-regime, que ganharam o apoio de muitos soldados.

Tobruk foi ganha pelos manifestantes. A confirmá-lo estão as bandeiras da era pré-Kadhafi mas também as primeiras imagens filmadas por jornalistas estrangeiros. As autoridades líbias avisaram que os repórteres que entraram ilegalmente no país seriam considerados como colaboradores da Al-Qaeda.

Esta noite, a Al-Qaeda manifestou o total apoio aos protestos. Ontem, o vice-ministro líbio dos negócios estrangeiros afirmou que a rede terrorista estabeleceu um emirado islâmico no leste, dirigido por um ex-prisioneiro de Guantánamo.

Entretanto, foram descobertos, em Derna, perto de Tobruk, corpos de soldados executados . Os militares teriam recusado disparar sobre a população.

A repressão já fez, pelo menos, mil mortos, avançou o ministro italiano dos Negócios Estrangeiros, Franco Frattini, cujo país é o principal parceiro económico da Líbia. Um médico francês falou em mais de dois mil mortos só na cidade de Bengasi.