Última hora

Última hora

Demissão iminente de Alliot-Marie

Em leitura:

Demissão iminente de Alliot-Marie

Tamanho do texto Aa Aa

A demissão de Michèle Alliot-Marie da pasta dos Negócios Estrangeiros franceses pode estar para breve.

Os rumores abundam de que o presidente francês, Nicolas Sarkozy irá deixar cair Alliot-Marie e que esta deixará o Quai D’Orsay ainda este domingo.

Esta não será mais que cumprir a vontade da maioria dos franceses, irritados com as férias da ministra na Tunísia aquando da “Revolução de Jasmim” que depôs Ben Ali.

Segundo o jornal “Le Canard Enchaîné”, Michèle Alliot-Marie terá viajado num jato privado de um magnata, amigo do ditador e o pai da ministra, que a acompanhou, fez negócios com esse amigo de Ben Ali.

Caso Alliot-Marie caia, o ministro dos Assuntos parlamentares avisou que saía também. Patrick Ollier é o atual companheiro da ministra.

Alain Juppé, o atual ministro da Defesa, é o nome de que se fala para substituir Michèle Alliot-Marie.

A pasta dos Negócios Estrangeiros era já a que mais naturalmente era atribuída a Juppé, na última remodelação do governo francês, no final de 2010.