Última hora

Última hora

Nações Unidas "encurralam" Kadafi

Em leitura:

Nações Unidas "encurralam" Kadafi

Tamanho do texto Aa Aa

As sanções das Nações Unidas contra a Líbia foram aprovadas por unânimidade pelo Conselho de Segurança

A resolução prevê congelar os bens financeiros de Kadafi, impedi-lo de viajar, embargar a venda de armas à Líbia e recorrer à justiça internacional.

O embaixador britânico na ONU explicou:

“A resolução de hoje pede o fim imediato da violência e da repressão, o respeito integral pelos direitos humanos e punição dos responsáveis pela violência. Ela tem efeitos práticos através do impedimento de viagens, congelamento dos bens, embargo de armas e o recurso imediato para o Tribunal Penal Internacional.

A versão inicial do documento foi apresentada pelo Reino Unido e contou com o patrocínio de nove outros países, incluindo Portugal

O ex-emabixador líbio junto da ONU comentou assim a decisão:

“O regime de Tripoli já não tem nenhuma credibilidade. Esta resolução representa um apoio moral ao nosso povo que está a resistir e vai ajudar a acabar com este regime fascista, que ainda existe em Tripoli”

O texto determina que todos os 192 estados membros das Nações Unidas

devem impedir a entrada ou trânsito nos seus territórios de 16 indivíduos,

incluindo o diretor dos serviços secretos, o ministro da Defesa, e vários elementos do clã Khadafi.

O líder líbio é diretamente visado por “ordenar a repressão de manifestações e violações

dos direitos humanos”.