Última hora

Última hora

Declarações controversas de Erdogan na visita à Alemanha

Em leitura:

Declarações controversas de Erdogan na visita à Alemanha

Tamanho do texto Aa Aa

Controvérsia entre o primeiro-ministro turco e os anfitriões alemães. Recep Tayyip Erdogan, de visita à Alemanha, denunciou o aumento da xenofobia em certos países europeus, incluindo no estado germânico.

As relações entre Ancara e Berlim já sofriam com a recusa alemã à adesão da Turquia à União Europeia. Face a empresários turcos, Erdogan denunciou a política europeia: “Não tenho uma agenda secreta. Falo de tudo, explicitamente. Se a União Europeia sente que não quer a Turquia, digam-no claramente. Aceitarei com prazer, com prazer”.

Nesta visita também, em Dusseldörf, Recep Tayyip Erdogan defendeu que os imigrantes turcos na Alemanha devem aprender em primeiro lugar a língua materna e depois o alemão. Palavras que incendiaram os comentários do chefe da diplomacia alemã, Guido Westerwelle, a favor da integração.

As declarações de Erdogan surgem numa altura em que as negociações de adesão à UE estão num impasse e a opinião pública turca perde o entusiasmo pela Europa.