Última hora

Última hora

Mais de 40 mil pessoas fugiram da Líbia

Em leitura:

Mais de 40 mil pessoas fugiram da Líbia

Tamanho do texto Aa Aa

A crise humanitária provocada pela revolução Líbia começa a ser visível na fronteira Tunisina de Ras Jdier onde milhares de pessoas afluem diáriamente, sobretudo estrangeiros, na esperança de serem repatridos.

Jamal Euzzedine, enviado da Euronews conta:

“ Milhares de egipcíos e outros estrangeiros fogem para a linha de fronteira entre a Líbia e a Tunisia, cerca de 40 mil pessoas para escaparem ao inferno da guerra.

As autoridade tunisinas têm prestado apoio como podem a estes egipcios e aos estrangeiros, têm distribuido comida, agua, cobertores e roupas. Nesta altura ha dezenas de auto carros que levam estas pessos para Ben Gardem e Djerba, uma vez lá ficam instalados em pousadas da juventude e estadios até que o regresso aos respectivos paises seja possível”.