Última hora

Última hora

"O discurso do rei" brilha em noite de Óscares

Em leitura:

"O discurso do rei" brilha em noite de Óscares

"O discurso do rei" brilha em noite de Óscares
Tamanho do texto Aa Aa

Sem surpresa, “O discurso do rei” de Tom Hooper arrecadou o Óscar para melhor filme.

Nomeado para 12 prémios venceu, ainda, nas categorias de melhor argumento original, melhor realizador e melhor ator.

Colin Firth venceu o Óscar de melhor ator no papel de George VI de Inglaterra, um monarca que trava uma batalha para vencer os problemas de gaguez.

Natalie Portman arrecadou o Óscar para Melhor atriz. Um galardão pelo desempenho no filme “O cisne negro” onde veste a pele de uma bailarina obcecada em atingir a perfeição.

Os agradecimentos da atriz foram para o companheiro e para os pais.

O Óscar de melhor filme estrangeiro foi para a Dinamarca. “Num mundo melhor” chega a Portugal a 07 de abril.

O Óscar de melhor documentário foi atribuído a “Inside Job – A verdade da crise”, de Charles Ferguson.

“A rede social” apontado pela crítica como um dos grandes favoritos da noite, em Los Angeles, levou para casa o prémio de melhor argumento, banda sonora original e montagem.