Última hora

Última hora

Operações humanitárias na Líbia estão a ser equacionadas

Em leitura:

Operações humanitárias na Líbia estão a ser equacionadas

Tamanho do texto Aa Aa

Em sete dias pelo menos 8 mil estrangeiros de mais de 50 nacionalidades foram retirados da Líbia através da ilha de Malta. A 300 quilómetros de Tripoli, o pequeno Estado europeu é palco de uma imensa operação internacional de evacuação com meios civis e militares.

O ministro dos Negócios Estrangeiros maltês,

Tonio Borg, explica qual é a maior dificuldade. “As áreas mais difíceis são os campos petrolíferos no deserto e digo isto porque não há apenas uma mas muitas instalações. Por isso, essas são as operações de evacuação mais difíceis e ainda não retiramos toda a gente”, refere.

São às centenas, os estrangeiros que chegam a bom porto. Entre eles, este domingo, muitos brasileiros e também o embaixador português em Tripoli, Rui Aleixo.

As autoridades maltesas equacionam já outro tipo de operações. “Estamos a prever um cenário onde será absolutamente vital satisfazer as necessidades básicas dos líbios na Líbia”, afirmou o primeiro-ministro Lawrence Gonzi

Para já, enquanto há oportunidade, desenrolam-se operações militares de evacuação, como as que leva a cabo a força aérea britânica em áreas remotas da Líbia.