Última hora

Última hora

Retomado julgamento de Berlusconi por fraude fiscal

Em leitura:

Retomado julgamento de Berlusconi por fraude fiscal

Tamanho do texto Aa Aa

Foi retomado à revelia, em Milão, o julgamento do chefe do governo italiano, por fraude fiscal.

Silvio Berlusconi é acusado de subir, artificialmente, o preço dos direitos de difusão de filmes comprados por empresas fictícias que lhe pertenciam e que foram depois vendidos à Mediaset, da qual também é proprietário.

O primeiro-ministro prepara-se para responder em mais três processos nas próximas semanas.

A defesa de Berlusconi diz que o primeiro-ministro marcará presença nos julgamentos quando for necessário, acrescentado, que é muito provável que compareça no que está agendado para o próximo dia 11 de Abril.

O julgamento por fraude fiscal foi suspenso em 2010 depois de Berlusconi invocar uma lei que lhe dava imunidade penal durante 18 meses. Uma lei anulada parcialmente, este ano, pelo Tribunal Constitucional.

Berlusconi considera que os julgamentos não têm uma base sólida e se tratam, apenas, de um espetáculo mediático

Um dos mais conhecidos é, sem dúvida, o caso Rubygate que vai levar Berlusconi a sentar-se no bando dos réus dentro de pouco mais de um mês.