Última hora

Última hora

Migrantes trabalhadores fogem da líbia pela Tunísia

Em leitura:

Migrantes trabalhadores fogem da líbia pela Tunísia

Tamanho do texto Aa Aa

Os confrontos na Líbia estão obrigar cada vez mais pessoas a fugirem. A crise humanitária é evidente.

Calcula-se que 60 mil pessoas fugiram para a vizinha Tunísia.

A maioria delas são imigrantes egípcios, que tinham encontrado trabalho na Líbia. Estão revoltados contra o próprio governo que terá sido lento na organização da evacuação dos trabalhadores.

Dizem que têm sido alvo de ataques na Líbia desde a revolução no país de origem. Tripioli temia o efeito de contágio.

As autoridades tunisinas foram elogiadas pela Comissão Europeia por ter dado uma “resposta impressionante” à crise, e muitos refugiados agradecem à Tunísia o imediato acolhimento.

“Viva o povo tunisino”

As autoridades esforçam-se para escoar o fluxo repentino de refugiados.

Ouederni Rachid, agente da guarda nacional tunisina convida a comunidade internacional a agir:

“As condições em que estão as pessoas são duras, seja ao nível de alojamento ou de comida. Apelo à comunidade internacional para enviar barcos e aviões para retirar estas pessoas e as levar para casa em melhores condições. “

Alguns refugiados, esgotados pela tensão e o pânico para conseguir passar a fronteira, são levados pelos serviços de emergência para atendimento médico. O médico tunisino Abdeljalil queixa-se:

“O número de refugiados não pára de aumentar. Não temos números fixos, mas chegam aos milhares. Tentamos organizar o acolhimento médico dos doentes”.

Para tentar controlar o fluxo, os passaportes são entregues num lado da fronteira e devolvidos no outro lado.

Alguns refugiados estão aqui há vários dias à espera de transporte para o Egito.

Muitos têm a sorte de chegar ao porto de Túnis “Zarzis, e tentar entrar num barco que os leve.

Há sempre grupos de refugiados em cólera por ficarem em terra, a dormir no edifício portuário há uma semana. Hoje partiram 750 num navio para o Egito. Mas o vai vem marítimo continua.