Última hora

Última hora

Novas demissões no governo de transição tunisino

Em leitura:

Novas demissões no governo de transição tunisino

Tamanho do texto Aa Aa

Dois ministros tunisinos abandonaram esta terça-feira os cargos, na sequência das manifestações da semana passada em Tunes.

A vaga de demissões começou no domingo, com o primeiro-ministro Mohammed Ghannouchi, ao qual se seguiram na segunda-feira outros dois elementos do governo de transição.

O novo chefe do executivo, o liberal Beji Caid Essebsi, deverá anunciar em breve a criação de um Conselho Constitucional encarregado de emendar a Constituição com vista à realização de eleições, uma exigência dos protestos pós Ben Ali que, no sábado, degeneraram em violência.

A assembleia constituinte é uma ideia central do Conselho de proteção da revolução, coletivo multipartidário e sindical que milita pela demissão em bloco do governo e pela dissolução das duas câmaras do Parlamento.