Última hora

Última hora

Um dos mais populares ministros de Merkel demitido

Em leitura:

Um dos mais populares ministros de Merkel demitido

Tamanho do texto Aa Aa

O ministro alemão da Defesa reconheceu, enfim, os seus erros e anunciou que vai abandonar o cargo.

Karl-Theodor zu Guttenberg anunciou a sua demissão depois de duas semanas de polémica no país.

Na origem da controvérsia está a acusação de plágio da tese de doutoramento em Direito que indignou a oposição.

“Esta é uma das decisões mais dificeis que tive de tomar em toda a minha vida. Dei este passo, porque tudo o que passou é da minha inteira responsabilidade, entendo que para a comunidade cientifica esta situação não é particularmente agradável. A verdade é que substimei as minhas capacidades”.

Esta demissão não será sem consequências para o governo e partido de Angela Merkel, a União Democrata Cristã , já que o ministro da Defesa era um dos mais populares ministros do executivo e também um dos mais populares políticos alemães

Depois de várias dias sob a pressão dos media, Guttemberg de 39 anos, acabou por reconhecer que copiou partes da sua dissertação e desculpou-se diante do parlamento.

A universidade de Bayreuth retirou-lhe o título.

O caso escandalizou os alemães, uma petição com milhares de assinaturas percorreu o país para o obrigarem a abandonar o cargo.