Última hora

Última hora

ONU lança apelo de ajuda aos refugiados

Em leitura:

ONU lança apelo de ajuda aos refugiados

Tamanho do texto Aa Aa

As Nações Unidas lançaram um apelo urgente à comunidade internacional para ajudar no repatriamento de milhares de refugiados que se concentram na fronteira da Tunísia com a Líbia.

Numa altura em que inúmeros chineses deixam o ponto de agrupamento em Ras Jedir, dezenas de milhares de egípcios, bangladechianos e também indianos esperam pela sua vez.

A diretora do Programa Alimentar Mundial explica. “Tivemos mais de 70 mil pessoas que passaram por aqui e existem ainda muitos milhares que ainda permanecem na fronteira. E vemos que a situação não vai melhorar, por isso temos que encontrar uma solução, temos que consolidar o trabalho que tem sido feito pelos locais. Estas pessoas são heróis, o que eles fizeram é extraordinário, são de uma grande humanidade”, diz Josette Sheeran.

A Comissão Europeia também reforçou a ajuda humanitária aos refugiados. Três milhões de euros foi a soma destinada ao auxílio.

“Nós vimos a generosidade da sociedade civil tunisina e também das autoridades, mas a capacidade local é limitada. É tempo para a ajuda internacional chegar. Uma parte do dinheiro posto à disposição vai servir para alargar os acampamentos, armar novas tendas para abrigar as pessoas, alimentar e hidratá-las e assegurar que recebem os cuidados médicos que precisam”, diz Heinke Veit, da ECHO (Ajuda Humanitária e Proteção Civil da Comissão Europeia).

Os esforços multiplicam-se para fazer face a uma eventual crise humanitária, mas a vaga humana que atravessa a fronteira tunisina não dá sinais de abrandar.