Última hora

Última hora

Sarajevo: Jovan Divjak recebe apoio de milhares de pessoas

Em leitura:

Sarajevo: Jovan Divjak recebe apoio de milhares de pessoas

Tamanho do texto Aa Aa

Em Sarajevo, cerca de 5.000 pessoas desfilaram sábado pelas ruas da cidade em apoio ao ex-general bósnio Jovan Divjak.

Em frente da embaixada austríaca pediram a libertação do ex-militar detido em Viena e que é acusado pela Sérvia de crimes de guerra.

Entre os manifestantes estava um ex-diplomata bósnio detido em Londres e posteriormente

libertado por falta de provas: “Estão a tentar reescrever a história ao dizer que os que lutaram pela liberdade são criminosos de guerra, e não Milosevic, nem Mladic. Isto é muito ridículo”, protestou Ejup Ganic.

Com 73 anos, o ex-general do exército bósnio é acusado de em 1992 ter comandado um

ataque contra um comboio militar que matou entre seis e 42 pessoas durante o cerco de Sarajevo.

Em 1998, quando teve conhecimento que membros do exército bósnio tinham cometido atrocidades contra civis não muçulmanos, em protesto renunciou ao cargo de general.