Última hora

Última hora

Oposição líbia rejeita dialogar com Khadafi

Em leitura:

Oposição líbia rejeita dialogar com Khadafi

Tamanho do texto Aa Aa

Os opositores ao regime líbio recusam negociar com Muammar Khadafi.

O coronel mostrou-se disponível para dialogar e, até mesmo, abandonar o poder desde que fossem dadas algumas garantias.

Desde logo, de segurança e financeiras, e a promessa de que não seria julgado.

O Conselho Nacional Líbio (CNL) pede a saída imediata do homem que governa o país com mão de ferro há mais de 40 anos.

“Só aceitamos negociar se abandonar o poder.

Se Khadafi se demitir garantimos a segurança dele e da família. Nos próximos dias vamos ver se podemos levá-lo à justiça pelo dinheiro que roubou ao povo líbio durante mais de 40 anos e pelos crimes cometidos contra a população. Mas isso deixamos para o Tribunal Penal Internacional” afirma Sulayman Karim do CNL.

O regime líbio veio, entretanto, a público negar qualquer tentativa de diálogo com as forças da oposição. Um porta-voz do ministério dos Negócios Estrangeiros fala de boatos infundados que dispensam comentários.