Última hora

Última hora

Milhões de sardinhas mortas na Califórnia

Em leitura:

Milhões de sardinhas mortas na Califórnia

Tamanho do texto Aa Aa

Os habitantes de Redondo Beach, na Califórnia, acordaram esta manhã face a um cenário macabro: milhões de sardinhas mortas na marina do Porto do Rei.

As autoridades já descartaram todas as hipóteses de toxicidade nas águas. As primeiras investigações concluiram que as sardinhas terão morrido por falta de oxigénio depois de terem sido arrastadas para o porto por uma tempestade.

“Os nossos guardas trouxeram amostras de água e nas análises preliminares concluímos que a água está boa. Está exactamente como devia estar. As pessoas estão tranquilas. Sabem que a água está completamente limpa”.

Apesar da garantia, há quem se preocupe, por exemplo, com as espécies que se alimentam das sardinhas.

“É devastador e assusta porque todas as focas que vêm aqui vão ter um dia em cheio, mas ninguém sabe que efeitos é que isto terá sobre elas, amanhã, na próxima semana”, afirma uma residente.

Outra constata: “O que eu penso? É terrível para a cidade. Como é que eles vão limpar isto tudo? E o dinheiro que isto vai custar…”

As autoridades locais lutam agora contra o tempo para retirarem das águas os peixes mortos, de forma a evitarem a putrefação e contaminações, numa cidade que vive do turismo e numa marina que alberga 850 barcos privados.