Última hora

Última hora

Nova explosão na principal central nuclear do Japão

Em leitura:

Nova explosão na principal central nuclear do Japão

Tamanho do texto Aa Aa

Aumentam os receios de um incidente nuclear em grande escala no Japão, depois de uma nova explosão de hidrogénio na principal central do país.

O sismo seguido de um tsunami que devastou o nordeste do território nipónico já tinha conduzido a uma deflagração no reator 1 da central de Fukushima Daiichi, no sábado.

Hoje registou-se uma nova explosão, desta vez no reator 3. Segundo a operadora Tepco, poderão ter havido mesmo duas deflagrações consecutivas, mas o reator resistiu. Segundo o governo japonês a possibilidade de fugas radiativas é “reduzida”.

O incidente fez pelo menos nove feridos no local.

O Japão conduz uma luta a contrarrelógio para evitar que a catástrofe natural de sexta-feira seja seguida de uma catástrofe nuclear.

Ainda antes das últimas explosões, as autoridades declararam uma zona de exclusão de 20 quilómetros à volta de Fukushima – depois de admitirem uma fusão de combustível no reator um -, o que obrigou a deslocar milhares de habitantes.

Tóquio lançou também o alerta numa segunda central, em Onagawa.