Última hora

Última hora

Terramoto pode causar nova recessão na economia japonesa

Em leitura:

Terramoto pode causar nova recessão na economia japonesa

Tamanho do texto Aa Aa

As consequências económicas do terramoto no Japão são ainda difíceis de avaliar, mas o país pode voltar a cair na recessão. Esta é já considerada a pior crise vivida pelo Japão desde a II Guerra Mundial.

O Banco do Japão foi obrigado a desbloquear uma quantia recorde para injetar na economia – o equivalente a 130 mil milhões de euros.

Alguns gigantes industriais, como a Sony, a Toyota ou a Panasonic, foram obrigados a parar a produção em várias fábricas e estão a retomar lentamente, ainda sob o efeito das consequências da catástrofe.

A crise também não poupou a bolsa. O índice Nikkei de Tóquio reagiu em forte queda, neste primeiro dia de abertura depois da tragédia, com uma queda de mais de 6%.

Segundo o analista Shinichi Ichikawa, vai ser difícil transmitir confiança aos investidores: “Ninguém pode dizer qual é o verdadeiro impacto económico deste terramoto. Por isso as pessoas, os investidores, evitam os riscos de investir no mercado de ações”.

As consequências económicas devem ser ainda mais graves que as do último grande terramoto vivido pelo Japão, que afetou em 1995 a cidade de Kobe.

Desta vez, o tremor de terra pode ter causado 20.000 mortos, provocou vários incêndios e um desastre nuclear, cujas consequências estão ainda a ser apuradas.