Última hora

Última hora

Tóquio acusa especuladores da subida do yen

Em leitura:

Tóquio acusa especuladores da subida do yen

Tamanho do texto Aa Aa

Num Japão em plena crise pós-tsunami, o preço do yen provoca novas preocupações. Nos mercados asiáticos, quarta-feira, a moeda japonesa atingiu o seu mais alto valor face ao dólar, desde a Segunda Guerra Mundial: 76,52 yens por uma nota verde.

Os especuladores terão apostado num repatriamento em massa de dinheiro para o Japão, sobretudo por parte das companhias de seguros, que terão grandes indemnizações a pagar.

Resultado: o yen não para de subir, num movimento contrário ao da Bolsa de Tóquio.

Esta quinta-feira, Kaoru Yosano, o ministro japonês da Economia e da Política Fiscal, acusa os especuladores da situação: “O aumento do yen resulta da especulação. A Agência japonesa de Serviços Financeiros e o Banco do Japão confirmaram que as seguradoras não estão a vender ativos estrangeiros para comprarem yens. As medidas especulativas são perfeitamente inconscientes.”

A subida do yen é prejudicial para as exportações da terceira maior economia mundial. Sobretudo, para a indústria automóvel, já de si paralisada pela escassez de energia. A Toyota anunciou que vai deixar 12 fábricas da região afetada paradas, pelo menos, até à próxima quarta-feira.