Última hora

Última hora

Obama impõe condições para um cessar-fogo na Líbia

Em leitura:

Obama impõe condições para um cessar-fogo na Líbia

Tamanho do texto Aa Aa

Barack Obama assegurou hoje que os Estados Unidos não vão entrar num novo conflito armado como o Iraque ou o Afeganistão.

Numa conferência de imprensa em Washington, o presidente norte-americano afirmou-se pronto a participar numa intervenção militar internacional na Líbia, mas sublinhou que a liderança da operação cabe aos franceses e britânicos.

“Os Estados Unidos, a França e os países árabes concordaram que um cessar-fogo deve ser implementado imediatamente, o que significa que os ataques contra civis têm de parar. Kaddafi tem de parar a progressão das suas tropas sobre Bengasi e retirá-las de Ajdabiya, Misrata e Zawiya e restabelecer o fornecimento de água, eletricidade e gás às regiões. Deve permitir que a assitência humanitária chegue às populações. Estes termos não são negociáveis”.

Face a uma opinião pública crítica sobre a participação na operação militar, Obama sublinhou ainda:

“Também quero deixar claro aquilo que não vamos fazer. Os Estados Unidos não vão mobilizar forças terrestres para a Líbia e não vamos utilizar a força para lá de um objetivo bem definido, especificamente a proteção de civis na Líbia”.